Porque o Planejamento Sucessório é tão importante?

É muito comum nos depararmos com famílias brigando por heranças, normalmente em desacordo com a partilha dos bens.

O planejamento sucessório, muitas vezes deixado de lado, se bem feito, evita brigas ou dúvidas com relação aos bens que serão herdados por cada beneficiário, agilizando desde o recebimento da parte de cada um e evitando batalhas judiciais que poderão durar anos.

O que é o Planejamento Sucessório?

Planejamento sucessório é o meio jurídico que possibilita que os bens sejam transferidos de forma eficaz e eficiente, de acordo com a vontade do autor da herança. O planejamento sucessório segue as normas do direito das sucessões como um todo.

Levantamento do Patrimônio total

Primeiramente é necessário saber qual é o seu patrimônio total, nesse cálculo devem estar incluídos imóveis, investimentos, saldo de contas correntes, e tudo mais que possuir.

Após esse levantamento, você deve escolher quem será beneficiado por você, ou seja, quem receberá algum de seus bens.

Respeitadas algumas regras especificas, você poderá deixar seus bens para quem desejar como familiares ou amigos e até mesmo instituições de caridade.

Sabendo quem serão os beneficiários agora você precisa escolher um dos diversos meios como o testamento, doação, holding familiar ou previdência privada, para transferir a eles os bens caso esteja em dúvida consulte um advogado que analisará o caso e lhe auxiliará na escolha do melhor método para o seu caso, uma vez que cada situação é única em suas particularidades.

Se precisar de ajuda ou ainda tiver alguma dúvida sobre o tema, pode me contatar clicando aqui ou pelo e-mail: erica@avallonelima.com.br
Conheça o meu Kit da Lei Seca clicando aqui e conheça uma nova área de atuação.
Compartilhe!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.