Uma chance para os novos advogados

Dedico este post aos meus colegas de profissão, que assim como eu, enfrentam as dificuldades do início de carreira profissional.
Primeiramente gostaria de compartilhar minha busca diária por uma colocação no mercado de trabalho, que cada vez está mais competitivo, ou melhor, está cada vez mais “infestado” de novos profissionais não qualificados.
O problema é que, a grande quantidade de profissionais que são lançados no mercado de trabalho, a inexperiência deles e alguns outros fatores, são os principais motivos pelos quais os novos advogados não conseguem um lugar ao sol neste mundão.
Certo? Errado.
Estive pesquisando, me dedicando e pude perceber que o mercado de trabalho está aberto a todos, basta buscar um novo ramo onde a concorrência é irrelevante.
Aí vocês me perguntam, como isso?
Simples! Se ainda não ouviram falar, vão ouvir agora. “Oceano azul e oceano vermelho”. Nos ensinamentos de Kim e Mauborgne, em seu famoso livro “A estratégia do oceano azul”, o oceano azul é aquele mercado que ainda não foi explorado, é aquele que aguarda o desbravador, cuja concorrência é equiparada a ZERO! Aqui o crescimento é certeiro.
Enquanto que o oceano vermelho, é aquele que já está esgotado, cheio de concorrentes.
O novo advogado deve buscar navegar nos calmos mares do oceano azul.
Enfim, vou resumir todo o meu aprendizado, pois assim como vocês, o que eu buscava eram respostas práticas e simples de como inovar no ramo da advocacia.
Ai vão as respostas:

Novas áreas do Direito:

– Direito Digital, combinado com o direito constitucional, podemos combater violações de imagem, vida privada; crimes cibernéticos, enfim, é um ramo que vem crescendo cada vez mais.

– Direito da Moda. Isso mesmo, o direito fashion é uma grande sacada para quem quer inovar. Tendo em vista que é um campo que está cada vez mais em alta e o Brasil já vem se destacando cada vez mais no mercado internacional.

– Direito de Franchising (franquias). Fornecer franquias já é um ramo que também está crescendo. Junte-se a uma empresa em potencial e faça contratos, gerencie as comissões, ajude a solucionar problemas tributários, enfim, especializar-se nessa área é um bom lance no oceano azul.
Bom, talvez eu repita muito do que vocês com certeza já pesquisaram, então o que eu posso deixar aqui é: INOVE! Os advogados são também empreendedores, a inovação é o ponta pé inicial do sucesso.

Erica

Meu nome é Erica Avallone, tenho 26 anos e sou advogada. Estou aqui para informá-los sobre seus direitos e ajudá-los a protegê-los.

Website:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *