O Marketing Jurídico e a sua importância dentro do cenário moderno atual

A globalização é a maior pauta do mundo moderno. As informações correm e repercutem com grande facilidade atualmente e, no ambiente empresarial, isso pode ser bom, mas também pode ser ruim. Ter visibilidade é fácil, mas sofrer as consequências disso também.

Sendo assim, a quantidade de empresas que podem entregar o mesmo serviço torna-se cada vez maior e conquistar seu espaço no mercado torna-se cada vez mais difícil.

Do outro lado, os consumidores estão cada vez mais exigentes. Alguns preferem preço, outros, qualidade e alguns diferenciação e exclusividade. Por isso, o marketing tomou conta das novas relações de comércio e é com ele que conseguimos entender mais o perfil social e demográfico dos consumidores, podendo atender mais especificadamente seus desejos e necessidades.

Isso vale até para os mercados mais tradicionais, como os escritórios de advocacia. A quantidade desses escritórios abertos no mundo é extremamente alta e esse número não para de crescer.

Como se destacar em um mercado visto como tradicional e saturado?

É para isso que surge o marketing jurídico. O ambiente tornou-se tão competitivo que é impossível não aplicar o marketing em seu negócio.

É preciso manter a tradicionalidade, mas isso não significa deixar de inovar. Se você não se adaptar às mudanças de um novo mercado e de um novo comportamento do consumidor, os resultados serão totalmente prejudiciais.

Essa mudança está nos pequenos detalhes, são estes que fazem uma grande diferença na satisfação de seus clientes: a forma de atendimento, o vestuário, materiais institucionais que fornecem a máxima quantidade de informação, produção de conteúdo relevante, projetos sociais, melhoria nos canais de comunicação, um bom site e até mesmo o engajamento em suas redes sociais. É preciso estruturar seu negócio, mostrar seus diferenciais, agradar seus clientes e estabelecer um posicionamento sólido.

O marketing jurídico leva em consideração duas vertentes muito importantes para o mercado: a fidelização de seus clientes, que ocorre por meio da máxima satisfação desses, a fim de diminuir as chances da procura de um novo escritório; e também a prospecção de novos clientes, que muitas vezes ainda não haviam necessitado de um serviço jurídico ou estão insatisfeitos com o serviço prestado por outro escritório.

Entretanto, é preciso tomar todo o cuidado, pois toda atitude precisa estar dentro do código de ética estabelecido pela OAB, pois, caso não esteja, o que era para ser benéfico, poderá ser prejudicial.

Advogado(a): Quer saber como começar o Marketing Jurídico?

A Maiara Trombini, que é Empreendedora, Instrutora de Cursos e Palestras, Consultora de Marketing Estratégico e Marketing Jurídico preparou este material que eu tenho certeza que vai te ajudar muito a alavancar sua advocacia, veja o vídeo dela, tenho certeza que vai te ajudar muito:

Para acessar o curso clique aqui.

E a Maiara foi tão bacana que fez uma promoção imperdível para os leitores do meu Blog. Para adquirir o curso com desconto use o cupom ERICA10.

Não desistam, a advocacia vale a pena! Suas atitudes determinam os seus resultados.

Se precisar de ajuda ou ainda tiver alguma dúvida sobre o tema, pode me contatar clicando aqui ou pelo e-mail: erica@avallonelima.com.br

Site | Facebook | Instagram | Linkedin |Canal no Youtube | Pinterest

Compartilhe!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.